sexta-feira, julho 31, 2015

Carlos Martins: «Vamos à Suécia muito motivados»

- " Em destaque estreou-se a marcar na Europa
A noite de ontem vai ficar certamente na memória de Carlos Martins. O médio completou o 45.º jogo nas competições europeias e estreou-se a marcar e logo com dois excelentes golos. No final do encontro, preferiu falar em nome do coletivo.

Numa análise sucinta, mas realista sobre o que tinha acontecido momentos antes dentro do terreno, o organizador de jogo ofensivo dos azuis destacou a atitude de toda a equipa e garantiu existir muita vontade de conseguir um novo bom resultado na deslocação à Suécia. "Ultrapassámos os problemas relacionados com a condição física com muita superação. Este tipo de jogos mexe com o subconsciente dos jogadores e todos nos superámos. Vamos para o jogo da Suécia muito motivados e em vantagem", constatou.

Admitindo que se tratou "de um jogo especial por voltar a atuar na Liga Europa", Carlos Martins sublinhou que "o mais importante foi vencer", passando depois à análise da partida. "No geral, estamos contentes com o jogo que fizemos, frente a um adversário com muitos minutos nas pernas". Controlámos quase do princípio ao fim, mas acabámos por sofrer um golo. Foi a primeira mão, nada está ainda resolvido, porque ainda falta o segundo jogo."

Sá Pinto satisfeito com vitória frente ao Gotemburgo (2-1)

- " O treinador do Belenenses, Sá Pinto, ficou satisfeito com a vitória frente ao IFK Gotemburgo (2-1), mas lamentou o golo sofrido e por não terem aproveitado mais oportunidades criadas.

«Claro que ainda nos falta aperfeiçoar algumas coisas como golo que sofremos na transição, que foi algo consentido e não criado pelo adversário. Fomos muito penalizados nesse lance. Foi uma pena não termos concretizado mais uma ou outra oportunidade», afirmou.

Belenenses cem por cento nacional foi caso único na UEFA

Belenenses cem por cento nacional foi caso único na UEFA
- " At. Bilbao e Vojvodina ainda chegaram perto...
Além de marcar o regresso do Belenenses às competições europeias, oito anos depois, a vitória dos azuis sobre o Gotemburgo, nesta quinta-feira, assinala também uma curiosidade: o facto de os azuis do Restelo terem sido a única equipa em ação nesta semana da UEFA com cem por cento de jogadores nacionais, quer no onze titular quer nos suplentes.

Nos jogos realizados entre terça e quinta-feira, para a Liga dos Campeões e para a Liga Europa, houve apenas mais duas equipas que apresentaram onzes iniciais exclusivamente compostos por jogadores do respetivo país: o At. Bilbao (Espanha), que venceu por 2-0 o Inter de Baku (Azerbaijão) e o Vojvodina (Sérvia), autor da grande surpresa da jornada, ao golear a Sampdoria (4-0) em solo italiano.

No entanto, o At. Bilbao incluiu na ficha de jogo um jogador estrangeiro – o francês Laporte, suplente não utilizado – e o Vojvodina contou com dois montenegrinos – também como suplentes não utilizados.

Por isso, o Belenenses – que começa a temporada com um plantel composto apenas por jogadores portugueses - foi caso único nesta semana europeia, retomando uma particularidade que no, caso dos azuis, já vem da época passada, mas então apenas nas competições domésticas. A última vez que o Belenenses tinha jogado em provas europeias somente com portugueses remontava a setembro de 1976, numa derrota por 3-2 em Barcelona.

quinta-feira, julho 30, 2015

Sá Pinto: «O Carlos Martins diverte-se a jogar»

Sá Pinto: «O Carlos Martins diverte-se a jogar»
- " Técnico dos azuis gostou da exibição do médio, mas salientou o desempenho coletivo
Ricardo Sá Pinto, treinador do Belenenses, comentou, desta forma, a vitória sobre o IFK Gotemburgo (2-1) na primeira mão da terceira pré-eliminatória de acesso à Liga Europa:

«Gostava de salientar a exibição de grande classe, de grande personalidade da nossa equipa, com jovens jogadores que estão a competir pela primeira vez na Liga Europa, perante uma equipa que está todos os anos nestas andanças».

«O adversário é muito forte naquele estilo de jogo direto, mas penso que nos adaptamos bem e dominámos um adversário que pouco ou nada criou. Penso que é muito injusto termos sofrido aquele golo. Espero que tenhamos lá a sorte que nos faltou hoje».

«O adversário ressuscita com o golo. Foi no nosso melhor momento na segunda parte, em que estávamos em posse, e resulta de numa desatenção após um esquema tático. Foi uma infelicidade. Se soubemos parar cinco/seis vezes esse tipo de jogo, falhámos numa delas e deu golo».

«A equipa está toda de parabéns. O Carlos evidenciou-se nos dois grandes golos que fez e tem uma grande qualidade que é útil à equipa. Acho que ele se diverte a jogar e se estiver sempre concentrado a equipa vai ter jogos muito positivos».

«É um orgulho enorme ter consigo este resultado só com jogadores portugueses. Não é uma prioridade, mas olhamos com atenção para o jogador português. É algo histórico, penso eu. Há muitos anos que não me lembro de uma equipa nas competições europeias ter só portugueses. É sinal que temos valor em Portugal e é preciso olhar mais vezes para esse valor».

Sá Pinto: «Exibição de grande classe e personalidade»

- " Treinador satisfeito com os seus jogadores
Ricardo Sá Pinto não escondeu a satisfação pela vitória desta quinta-feira diante do Gotemburgo por 2-1, na primeira mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa.

"Gostava de salientar a exibição de grande classe e personalidade da nossa equipa. São jovens jogadores que estão a competir na Liga Europa pela primeira vez, contra um adversário que todos os anos está nestas andanças e que está com ritmo competitivo mais adiantado. Adaptámo-nos bem ao estilo de jogo do adversário e dominámo-lo em todos os momentos. Só fizeram um remate à baliza. Foi muito injusto termos sofrido aquele golo e espero que na Suécia tenhamos a sorte que nos faltou cá. Esperávamos e sabíamos que nos últimos 15 minutos poderíamos sentir algumas dificuldades, mas o adversário só ressuscita com o golo, quando estávamos no nosso melhor momento na segunda parte. Houve uma desatenção e foi uma infelicidade. É muito injusto", relatou.

Carlos Martins fez os dois golos dos azuis mas o técnico preferiu estender o mérito a todos: "Acho que a equipa está toda de parabéns. O Carlos [Martins] evidenciou-se com os dois grandes golos que fez. Ele tem esta qualidade que é fundamental para nossa equipa. Se estiver envolvido e motivado, é mais fácil".

O Belenenses apresentou-se em campo com um onze totalmente português, algo que deixa Sá Pinto orgulhoso: "É um orgulho enorme. É algo histórico. Não me lembro de ver uma equipa portuguesa, nas competições europeias, só com jogadores portugueses. É sinal que temos valor em Portugal e que o jogador português tem valor".

Carlos Martins: «Foi um dia especial»

Carlos Martins: «Foi um dia especial»
- " Médio bisou na partida frente ao IFK Gotemburgo
Carlos Martins foi a figura do jogo desta quinta-feira, frente ao IFK Gotemburgo, a contar para a 3ª pré-eliminatória da Liga Europa. O médio português bisou na partida e colocou o Belenenses em vantagem para o encontro da segunda mão, na Suécia.

No final do jogo, o jogador mostrou-se feliz por ter contribuído para o triunfo dos azuis do Restelo, mas lamentou o golo sofrido na segunda parte.

« Foi um dia especial porque fiz dois golos, mas deu para ajudar a equipa e isso é o mais importante. Estamos contentes com o jogo que fizemos, todos nos superámos. Sabíamos que íamos defrontar uma equipa que já tinha muitos minutos, mas ficou-nos um amargo de boca que não nos deixa felizes. Controlámos o jogo todo e no único lance de contra ataque que eles tiveram fizeram golo», afirmou.

O resultado é curto, mas Carlos Martins mostra-se confiante para o encontro da segunda mão.

«É a primeira mão, ainda temos o outro jogo. Estamos em vantagem e temos de ir com a mesma mentalidade para a Suécia. Estou confiante de que lá vamos fazer um bom jogo», referiu o médio. Mais artigos:

Destaques: Carlos Martins acima de todos os outros

LE: Belenenses-IFK Gotemburgo, 2-1 (destaques)
- " A FIGURA: Carlos Martins
Começa a temporada em grande forma e confirma a ideia de que é ele o patrão de todo o futebol do Belenenses. O lado mais visível do seu desempenho são os golos apontados durante a primeira parte, na sequência de pontapés de meia distância, mas a sua exibição é muito mais que isso: intervenção em quase todos os lances ofensivos e capacidade para gerir os tempos/ritmos da equipa. Exibição fantástica.
 
Outros destaques:

André Sousa: O médio que o Belenenses foi recrutar ao Académico de Viseu foi uma das surpresas apresentadas por Ricardo Sá Pinto no primeiro onze oficial da temporada. Apesar de ser a primeira aparição em competições da UEFA, André Sousa não se intimidou e apresentou-se a bom nível. Fez uma boa dupla com Rúben Pinto e anda tentou o golo. Esteve perto de ser feliz na conversão de um livre direto com uma bola ao poste.
 
Sturgeon: Não foi o seu melhor jogo e notasse que ainda está longe de evidenciar todas as suas potencialidades. De qualquer maneira tem intervenção direta no lance do segundo azul, ao efetuar uma tabela com Carlos Martins antes do remate fatal. Deixou a linha para atuar no eixo do ataque, quando Sá Pinto optou por alterar o perfil da referência ofensiva, mas sentiu dificuldades perante os armários suecos. Esforçado.
 
Dupla Tonel-Gonçalo Brandão: Ricardo Sá Pinto pode estar descansado relativamente ao processo defensivo porque tem dois guarda-costas muito eficazes a protegerem a baliza azul. Tonel e Gonçalo Brandão ganharam imensos duelos aos possantes avançados suecos e praticamente não permitiram finalizações perigosas aos homens mais adiantados do IFK Gotemburgo. No lance do golo adversário a equipa aparece descompensada – uma vez que resulta de um esquema tático ofensivo – e por isso estão isentos de culpas.

Belenenses-IFK Gotemburgo, 2-1 Maestro Martins numa orquestra com selo 100% português

LE: Belenenses-IFK Gotemburgo, 2-1 (crónica)
- " O Belenenses parte em vantagem para a segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, depois de vencer, esta quinta-feira, na receção ao IFK Gotemburgo, atual líder da Liga Sueca por 2-1.

A primeira noite oficial da temporada foi pintada em tons de azul sob a batuta do maestro Carlos Martins. O internacional português, de 33 anos, encheu o campo com pormenores de classe e assinou os dois golos que permitem à formação orientada por Ricardo Sá Pinto uma viagem ambiciosa até à Suécia.

O técnico recém-chegado ao Restelo aproveitou o que de bom foi feito na última época, conferiu-lhe cunho pessoal e a organização necessária para defrontar um adversário habituado a estas andanças e o plano resultou (quase) na totalidade.

A maior prova da eficácia da fórmula arquitetada por Ricardo Sá Pinto reside no facto de, durante os primeiros 45 minutos, o Gotemburgo ter enquadrado apenas uma bola na baliza de Ventura, após uma jogada rápida que permitiu o cabeceamento a Boman (13’).

Tudo o resto foram disparos mal calibrados e em desespero de causa, resultantes da impotência em ultrapassar a bem-estruturada armada azul.  

Seguro que estava o plano defensivo, faltava quem pensasse os lances de ataque: Carlos Martins.

O camisola 22 assumiu, na íntegra, o papel designado pelo treinador e participou, de forma efetiva, nos melhores lances do Belenenses durante os primeiros 45 minutos.

Miguel Rosa (8’) ainda deu o primeiro sinal, mas foi Carlos Martins a efetivar a superioridade azul com dois golos de encher o olho (23’ e 41’).

Pelo meio, houve, ainda, um remate ao poste de André Sousa e meros fogachos dos suecos.

Sueco descobriram o tesouro

A segunda parte começou com a mesma dinâmica: o Belenenses com os olhos na baliza adversária à procura de um resultado ainda mais expressivo. André Sousa e Abel Camará apareceram em posição importante logo após o apito inicial, mas não conseguiram materializar.

O Gotemburgo aproveitou o balanceamento e, numa jogada de ataque rápido, que podia ter sido resolvida de forma mais eficaz à nascença, reduziu por Aleesami (58’).

Era o melhor que a formação orientada por Lennartsson podia querer naquela altura: o encurtar da diferença permitia-lhe abordar a segunda mão com outro otimismo e, por isso, os suecos nunca chegaram a forçar verdadeiramente o ritmo durante a etapa complementar, apesar de alguns lances perigoso junto à baliza de Ventura.

O Belém, como seria natural na primeira aparição oficial, também deixou o ritmo cair e concentrou-se em não estragar a vantagem construída cedo.

Conseguiu e, por isso, está em vantagem ao intervalo da eliminatória. Não terá tarefa fácil, mas depois da qualidade apresentada durante a maior parte do jogo tem legitimidade para sonhar.

«Foi uma pena não termos concretizado mais uma outra ocasião» – Sá Pinto

Sá Pinto
- " O técnico do Belenenses, Ricardo Sá Pinto, ficou satisfeito com a vitória frente ao IFK Gotemburgo (2-1), mas lamentou o golo sofrido e por não terem aproveitado mais oportunidades criadas.

«Claro que ainda nos falta aperfeiçoar algumas coisas como golo que sofremos na transição, que foi algo consentido e não criado pelo adversário. Fomos muito penalizados nesse lance. Foi uma pena não termos concretizado mais uma ou outra oportunidade», afirmou Sá Pinto, em declarações à Sport TV.

O treinador da equipa do Restelo sabe que a eliminatória está em aberto.
«Estamos a ganhar e isso é importante. É claro que eles para passarem vão ter de fazer golos, mas estou convencido que nós vamos fazer golos lá.»

Sá Pinto ficou impressionado com a exibição dos seus jogadores.

«Carlos Martins fez um jogo extraordinário, é isso que queremos deles e espero que mantenha o nível. O Tonel também fez um belíssimo jogo e toda a equipa esteve a grande nível.»

«O importante é ajudar a equipa» – Carlos Martins

Carlos Martins
- " O médio Carlos Martins, que assinou os dois golos na vitória do Belenenses frente ao IFK Gotemburgo (2-1), realçou que foi especial ter marcado, mas que a equipa de Restelo terá de manter a mesma atitude na segunda mão para continuar na Liga Europa.

«Estamos contentes com o jogo que fizemos. Sabíamos que íamos defrontar uma equipa com muitos minutos nas pernas. Estamos contentes mas não ficamos totalmente felizes, porque sofremos um golo contra a corrente do jogo. Dominámos do princípio ao fim e apenas tenho pena do golo sofrido. Agora, estamos conscientes que temos de lá fazer também um bom jogo», afirmou Carlos Martins, em declarações à Sport TV.

O médio assinou os dois golos da vitória do Belenenses.
«É um dia especial pelos dois golos, mas o mais importante é ajudar a equipa.»

LE: Belenenses-Gotemburgo, 2-1 (resultado final)

LE: Belenenses-Gotemburgo, 2-1 (resultado final)

- " Bis de Carlos Martins na vitória dos azuis 

O Belenenses venceu o IFK Gotemburgo (2-1), nesta quinta-feira, na primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, com um bis de Carlos Martins (em remates de fora da área, aos 23 e 41 minutos) a dar vantagem à equipa de Sá Pinto. O resultado poderia ter sido ainda melhor, visto que a equipa portuguesa chegou ao intervalo a vencer por 2-0, mas acabou por consentir aos suecos o golo fora de casa (Aleesami, aos 58 minutos) que mantém a eliminatória em aberto para o jogo da segunda mão.

Belenenses vence IFK Gotemburgo (2-1)

Carlos Martins bisou
- " O Belenenses venceu, por 2-1, no Estádio do Restelo, o IFK Gotemburgo, por 2-1, em jogo da 1.ª mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa. Carlos Martins bisou e Aleesami assinou o golo dos suecos.

Brilho de Carlos Martins rende vantagem magra


Belenenses derrotou o Gotemburgo por 2-1 na primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa.

O Belenenses venceu o IFK Gotemburgo, por 2-1, em jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa de futebol, disputado no Estádio do Restelo, em Lisboa.

O médio português Carlos Martins marcou os dois golos dos azuis, aos 23 e 41 minutos, mas o lateral norueguês Haitam Aleesami reduziu para os suecos aos 58.

A segunda mão disputa-se a 6 de agosto, no terreno do IFK Gotemburgo.

Sá Pinto falou com o treinador do Rio Ave

- " Pedro Martins explicou como joga o adversário
O Rio Ave eliminou o Gotemburgo na época passada, precisamente nesta eliminatória (0-0 e 1-0). Pedro Martins, que foi colega de Sá Pinto no Sporting, contou o que sabia. "Falei com ele, sim. Mas esta equipa é muito diferente, porque saíram muitos jogadores; no entanto, é sempre importante conversar, pedir informações, porque há detalhes que podem fazer a diferença", contou Sá Pinto, que não sente a pressão de vencer: "Não há essa obrigatoriedade, mas, sim, a de dar tudo dentro de campo."

Nélson já assinou pelo Alcorcón

- " O lateral-direito Nélson, que na última época alinhou pelo Belenenses, vai passar a defender as cores do Alcorcón, da segunda liga espanhola, anunciou hoje o clube madrileno.
Nélson, de 32 anos, regressa ao futebol espanhol, pois já jogou no Bétis, Osasuna e Almería, entre 2008 e 2014, com uma breve passagem pelo Palermo, de Itália, em 2012/2013.

Em Portugal, antes de rumar a Sevilha, foi jogador do Salgueiros, Boavista e Benfica, como sénior.

Nascido em 1983 em Cabo Verde, tem dupla nacionalidade e foi internacional por Portugal por quatro vezes, sempre em jogos particulares.

quarta-feira, julho 29, 2015

Jorgen Lennartsson: «Favorito é o Belenenses»

- " Treinador rejeita favoritismo dos suecos
O treinador do IFK Gotemburgo rejeitou esta quarta-feira qualquer favoritismo diante do Belenenses, na terceira pré-eliminatória da Liga Europa, e lembrou que a equipa portuguesa está melhor posicionada que os suecos no ranking da UEFA.

Jorgen Lennartsson, que fazia a antevisão do encontro da primeira mão, marcado para quinta-feira, no Estádio do Restelo, começou por contrariar a ideia do treinador do Belenenses, Ricardo Sá Pinto, que poucas horas antes tinha entregado o favoritismo ao conjunto nórdico.

"O favorito é o Belenenses. Tem uma equipa tecnicamente forte, com jogadores experientes, apesar de estarem no início da época e de terem um novo treinador. Esperamos um jogo interessante e equilibrado", afirmou Lennartsson, em conferência de imprensa.

Apesar de admitir que o Gotemburgo "tem sempre pressão de ganhar", o técnico salientou que "o Belenenses está vários lugares acima do Gotemburgo, no ranking da UEFA".

"Assim sendo, não podemos dizer que somos favoritos", reforçou.

Contudo, Lennartsson disse que a presença na fase de grupos da Liga Europa é um dos objetivos da formação que, neste momento, lidera o campeonato sueco, decorridas 17 jornadas.

"Já ganhámos a Taça da Suécia, estamos em primeiro lugar no campeonato e agora segue-se a Liga Europa. A época tem sido boa. Para chegarmos à fase de grupos da Liga Europa teremos um longo caminho. É preciso qualidade, mas também sorte nos jogos e nos sorteios. Se tivermos um bom desempenho, teremos hipóteses", concluiu.

Belenenses e IFK Gotemburgo jogam na quinta-feira, a partir das 20:00, no Estádio do Restelo, numa partida que será dirigida pelo sérvio Vlado Glodjovic.

Sá Pinto "Favoritismo está do lado do Gotemburgo"

- " O treinador do Belenenses atribuiu o favoritismo ao Gotemburgo, na terceira pré-eliminatória da Liga Europa, mas frisou que a sua equipa não têm receio dos suecos e quer aproveitar da melhor forma o regresso às competições europeias.
Ricardo Sá Pinto, que falava na antevisão do encontro da primeira mão, marcado para quinta-feira, no Estádio do Restelo, reconheceu a maior experiência da formação nórdica, embora considere que esta "é uma oportunidade" para a maioria dos jogadores do Belenenses.

"É uma oportunidade para a carreira destes jogadores e eles devem aproveitá-la. Reconhecemos que o favoritismo está do lado do Gotemburgo, mas não vamos entrar receosos. É normal haver nervoso miudinho, mas isso não nos vai limitar", afirmou Ricardo Sá Pinto, em conferência de imprensa.

O técnico não só lembrou que o Gotemburgo "está a competir desde abril", como referiu que se trata de um conjunto "com muitos internacionais" e que "disputa eliminatórias europeias todos os anos".

"É uma equipa que gosta de jogar e impõe um ritmo muito alto. É muito rápida na frente e equilibrada. Têm poucos pontos débeis", salientou, mostrando-se igualmente crente que a eliminatória não ficará decidida na primeira partida.

Ainda assim, Sá Pinto afirmou que uma eventual eliminação dos 'azuis' nesta fase precoce não será encarada como uma deceção: "Não é o objetivo principal desta época. Não há nenhum tipo de obrigatoriedade de passarmos, mas temos de dar o máximo".

Tonel: «Dever e obrigação de dar tudo»

 - " Defesa feliz por estar no Belenenses
O defesa Tonel fala num "plantel preparado" para a receção ao Gotemburgo, jogo referente à primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa. O defesa mostra-se muito feliz pelo seu regresso a Portugal para jogar no Belenenses.

"Foi uma grande alegria vir para o Belenenses e poder voltar a jogar uma competição internacional. Quero desfrutar e mostrar atitude, dedicação e competência. Vim com o objetivo de ser mais um para ajudar esta equipa".

De resto, o defesa que, juntamente com Carlos Martins, é o único jogador do plantel com experiência nas competições europeias, alinhou pelo mesmo diapasão do treinador.

"Este grupo está preparado, mas teremos pela frente uma equipa competitiva, com traquejo nestas andanças, que leva mais de 20 jogos esta época. Sabemos que não vai ser fácil, mas a nossa obrigação é dar tudo», realçou o central, de 35 anos.

Belenenses e IFK Gotemburgo jogam na quinta-feira, a partir das 20:00, no Estádio do Restelo, numa partida que será dirigida pelo belga Jonathan Lardot.

Sá Pinto: «Queremos aproveitar momentos do jogo»

- " SÁ PINTO ATRIBUI FAVORITISMO AO GOTEMBURGO
O treinador do Belenenses, Ricardo Sá Pinto, fez esta quarta-feira a antevisão da receção ao Gotemburgo, referente à primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa. O técnico azul sente a equipa preparada, com os jogadores "concentrados" após uma preparação que correu "bem a todos os níveis".

Numa primeira análise ao adversário, Sá Pinto considera que o adversário "não é fácil", tem "muitos internacionais" e obedece à cultura dos suecos que "já não jogam tão direto". Relembrou ainda que a equipa sueca já tem um ritmo competitivo diferente dos do Restelo, pois o campeonato nórdico já vai na 17.ª jornada. "O favoritismo está do lado do Gotemburgo, reconhecemos isso, mas não temos receio. A ansiedade é normal, mas não limita".

Sá Pinto não acredita numa eliminatória resolvida já no Restelo.

"Não acredito que fique cá resolvido, mas queremos aproveitar os momentos do jogo".

O plantel do Belenenses conta este ano com dois jogadores particularmente experientes, casos de Carlos Martins e Tonel. Sá Pinto reconhece que "é importante ter jogadores que saibam lidar com estes momentos".

Por fim, o técnico do Belenenses revela que falou com Pedro Martins, atual técnico do Rio Ave que na época passada eliminou o Gotemburgo, sem revelar o teor da conversa.

Tonel promete atitude e dedicação na Liga Europa

Tonel
- " De regresso ao futebol português, Tonel mostrou-se empenhado em ajudar o Belenenses, que inicia a época esta quinta-feira defrontando o IFK Gotemburgo, para a 3.ª pré-eliminatória da Liga Euroa.

«Foi uma grande alegria vir para o Belenenses e poder voltar a jogar uma competição internacional. Quero desfrutar e mostrar atitude, competência e dedicação. Vim com o objetivo de ser mais um para ajudar esta equipa», disse o defesa-central em conferência de imprensa.

«Favoritismo está do lado do Gotemburgo» - Sá Pinto

Ricardo Sá Pinto
- " O Belenenses recebe amanhã o IFK Gotemburgo, no Estádio do Restelo, para o encontro da primeira mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa. O técnico dos azuis do Restelo reconhece valor ao adversário e destaca a experiência dos suecos nas competições europeias.

«O Gotemburgo é uma equipa que habitualmente disputa as eliminatórias europeias. Uma equipa experiente que tem no seu palmarés duas Taças UEFA. Evoluíram na sua forma de jogo e vamos ter de lutar contra o facto de eles se encontrarem num ritmo competitivo completamente diferente nesta altura [n.d.r. campeonato sueco vai na 17.ª jornada]», disse Ricardo Sá Pinto na conferência de antevisão.

«A nossa equipa tem de estar preparada para esta exigência, mas sem perder a identidade. Conhecemos bem o adversário e temos noção de que vai ser um jogo difícil», acrescentou.

Sá Pinto admite ainda que o adversário parte como favorito para esta eliminatória:

«O favoritismo está do lado do Gotemburgo. Reconhecemos isso. Não digo isto por receio, mas sim por respeito. Vamos lutar por um resultado positivo», sublinhou.

«Queremos marcar mais do que eles» - Carlos Martins

Carlos Martins confia no trabalho desenvolvido para garantir o acesso à fase de grupos da Liga Europa
- " O Belenenses defronta, quinta-feira, o Gotemburgo, para 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa, e Carlos Martins confia no trabalho desenvolvido para garantir o acesso à fase de grupos da competição:

«Preparámo-nos durante estas quatro semanas e vamos encarar o jogo de forma positiva. É uma equipa que se organiza bem e vai explorar o contra-ataque, mas temos a nossa ideia e iremos pô-la em prática. Queremos marcar mais do que eles.»

Vários avançados em equação

Diego Rubio é uma hipótese
 - " Vaga de ataque ainda por preencher
O preenchimento da vaga deixada pela saída de Deyverson é uma das preocupações dos responsáveis dos azuis, mas a prioridade do momento são os encontros da 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa.

De qualquer forma, o assunto está a ser estudado e, além dos nomes de Diego Rubio e Hélder Postiga, há outros pontas-de-lança que estão referenciados no Restelo e cuja situação está a ser equacionada em termos de mercado.

terça-feira, julho 28, 2015

Carlos Martins: «Queremos acreditar que vamos ter uns bons jogos»

- " Carlos Martins antevê duelos europeus
Carlos Martins garantiu esta terça-feira que o Belenenses está "preparado" para a estreia europeia, na quinta-feira (20 horas), na receção ao IFK Gotemburgo, jogo da 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa.

"Queremos acreditar que vamos ter uns bons jogos perante uma equipa forte que já leva 17 jogos no seu campeonato. Preparámo-nos durante estas quatro semanas e vamos encarar o jogo de forma positiva. Sinto-me ansioso para começar o jogo e todos queremos ajudar este grande clube a passar esta eliminatória", afirmou o médio em conferência de imprensa.

E prosseguiu, destacando as qualidades do adversário sueco. "É uma equipa que se organiza bem e vai explorar o contra-ataque, mas temos a nossa ideia e iremos pô-la em prática no campo. Queremos marcar mais do que eles. Vamos lutar muito para passar esta eliminatória. É importante para os adeptos, mas também para nós".

Carlos Martins abordou ainda a saída de Deyverson para o Levante, desejando-lhe "toda a sorte do mundo nesta nova etapa".

«Estamos preparados» - Miguel Rosa

- " Miguel Rosa foi o porta-voz da ambição do Belenenses, no arranque da semana que culminará com a estreia na Liga Europa, marcada para quinta-feira, diante do IFK Gotemburgo, da Suécia, em jogo da 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória.

E para o extremo os suecos não são favoritos, apesar de já estarem numa fase mais adiantada da época. «Não há favoritos, é uma eliminatória de 50/50 e nós esperamos passar. Vamos fazer tudo para o conseguirmos. Estamos preparados», afirmou, sem rodeios, Miguel Rosa, em declarações pode ler em A BOLA.