sábado, agosto 27, 2016

«Esta equipa vai ter muito sucesso» – Velázquez

Velázquez
O técnico do Belenenses, Júlio Velázquez, reconheceu que a vitória no campo do Tondela (1-0) é muito importante para a equipa.

«Foi um jogo muito equilibrado, competitivo e intenso. Acho que a minha equipa, em todo o momento, fez um trabalho excecional. Estou orgulhoso dos meus jogadores, da sua atitude e trabalho. É uma vitória muito importante, num campo muito difícil. Parabéns à minha equipa e muito obrigado aos nossos adeptos que nos apoiaram. Esta é a linha a seguir, com esta vontade, acho que esta equipa vai ter muito sucesso», afirmou Velézquez.

Tondela-Belenenses, 0-1 O mapa para o golo veio do banco

Tondela-Belenenses, 0-1 (crónica)
Primeiro golo e primeira vitória. O Belenenses sai a sorrir de Tondela, depois de um jogo difícil, resolvido a partir do banco. Um minuto depois de entrar, Gerso descobriu o que ninguém em campo tinha conseguido: o caminho do golo. A diferença fez-se numa arrancada, num duelo equilibrado.
Já diz o povo que as boas intenções não conduzem ao céu. E podemos acrescentar que aos golos também não. Isto porque a atitude de Tondela e Belenenses não pode ser posta em causa. Houve vontade de fazer algo diferente, mas faltou arte, umas vezes, perícia, noutras, sorte, por fim. O caminho para o único golo do jogo foi duro.
Houve intenção, faltou melhor futebol, em suma. O domínio de jogo foi dividido e as duas equipas tiveram oportunidades para dar um abanão no marcador. Mais flagrantes as do Belenenses, contudo. Primeiro por Gonçalo Brandão, logo aos cinco minutos, num remate dentro da área que passou perto. Mas, sobretudo, por Andric, na mais escandalosa perdida da tarde, ainda antes da meia hora. O sérvio percebeu o atraso de Pica para Cláudio Ramos, intrometeu-se, driblou o guarda-redes e…atirou ao lado.
VENTURA, GERSO e os outros DESTAQUES do jogo
Entre uma e outra ocasião, porém, o Tondela pegou no jogo. Com um estilo mais direto, usando e abusado de lançamentos dos centrais para os homens da frente, a equipa de Petit foi criando perigo enquanto o Belenenses não encontrou o antídoto para o esquema contrário.
Wagner e Murillo, rapidíssimos, surgiam nas costas da defesa lisboeta e assustavam Ventura a partir daí. O jogo mais trabalhado do Belenenses não se adaptava à verticalidade contrária, mas nenhuma das formas de jogar resultava no pão do futebol: os golos.
Gerso traz a chave do golo, Ventura segura os três pontos
O segundo tempo não foi muito diferente. Embora o domínio, sobretudo no capítulo da posse de bola, tenha sido mais evidente por parte do Belenenses, os caminhos continuaram bloqueados por muito tempo.
Houve, também, menos oportunidades para marcar, mas não deixaram de chegar. A mais flagrante, antes do golo, foi de Claude Gonçalves, que entrara pouco antes para o lugar de Fernando Ferreira, mas, na cara de Ventura, permitiu a defesa.
Enquanto as trocas de Petit não mexiam na estrutura da equipa, Velazquez usava o João Cardoso, estádio local, como tubo de ensaio. Primeiro tirou o apagado Andric para colocar Vítor Gomes, abdicando de uma referência na área. Mas a dupla Sturgeon-Miguel Rosa durou pouco tempo, porque não muito depois, o técnico juntou-lhe Gerso. E ganhou aí o jogo.
Na primeira ação em campo, em contra-ataque, Gerso teve espaço na esquerda para ir até à área. Rematou, a bola sofreu o desvio e Sturgeon confirmou o golo (para lá da linha?).
Até ao fim, em dois livres a papel químico, o segundo do qual resultou a expulsão de Domingos Duarte, o Tondela esteve perto de empatar, mas Ventura levou a melhor em ambos.
O empate aceitava-se, a vitória do Belenenses não é o resultado mais injusto da história do futebol. Para as duas equipas fica a lição: o caminho para o golo tem de ser, necessariamente, mais curto ou a época acabará por ser longa.

Belenenses vence em Tondela (1-0)

Belenenses traz três pontos de Tondela
O Belenenses venceu este sábado o Tondela, por 1-0, no Estádio João Cardoso, em partida da terceira jornada da Liga. Sturgeon, ao minuto 81, marcou o único golo do jogo.

sexta-feira, agosto 26, 2016

Llorente não entra nas contas e Golas não convenceu

Llorente
Julio Velázquez confirmou que o médio Fernando Llorente, contratado no início desta temporada, «não entra nas contas do plantel» e ainda deu a saber que descartou a contratação de Victor Golas, guarda-redes brasileiro que conclui formação no Sporting, que na semana passada esteve a treinar-se à experiência no Restelo.

«Ele veio para um período de observação e chegámos à conclusão que não tem o perfil que procuramos. Já não treinou com a equipa esta semana», justificou.

quinta-feira, agosto 25, 2016

Azuis salientam melhoria de Vicente Lucas

Azuis salientam melhoria de Vicente Lucas
Antigo jogador está a recuperar
O Belenenses emitiu esta quinta-feira um comunicado no qual mostra enorme satisfação pelas sensíveis melhorias apresentadas por Vicente Lucas, antiga glória do clube a quem foram recentemente amputados os membros inferiores.

De acordo com a missiva, o ex-magriço revela francas melhoras em termos físicos e mostra ainda "grande lucidez, boa disposição e uma memória desportiva que impressiona".

O antigo internacional recebeu, na casa de repouso onde se encontra, a visita de Patrick Morais de Carvalho, líder do Belenenses, e de Afonso Santos, amigo de longa data, e lembrou através de imagens vários momentos de antigas equipas do clube do Restelo.

Dinis Almeida chega por empréstimo do Mónaco

Dinis Almeida (Foto: Belenenses SAD)
O central Dinis Almeida, de 21 anos, chega por empréstimo do Mónaco para reforçar a equipa do Belenenses na presente temporada.

Internacional pela Seleção portuguesa de sub-20, o jogador afirmou que pretende deixar a sua marca nos azuis do Restelo.

«Vir para um clube como o Belenenses é uma grande oportunidade para mim, assim como jogar na Primeira Liga. É um orgulho poder vestir esta camisola. Estou num clube histórico do futebol português e agora espero dar seguimento ao meu trabalho. Quero aprender, crescer e ajudar a equipa a alcançar os objetivos. Vou tentar ser útil e jogar o máximo de tempo possível», disse o jogador.

Dinis já foi recebido pelos seus companheiros de equipa e só tem elogios a deixar: «É um grupo de trabalho muito bom. É difícil haver um grupo melhor que este. Fui muito bem recebido por todos, só tenho a dizer coisas boas, seja dos meus colegas, da equipa técnica ou da estrutura da SAD».

Leonardo Jardim empresta Dinis Almeida para a defesa

Leonardo Jardim empresta Dinis Almeida para a defesa
Chega cedido pelo Mónaco
A contratação de Dinis Almeida está oficializada. O defesa, de 21 anos, é reforço do Belenenses até final da temporada, por empréstimo do Mónaco, treinador por Leonardo Jardim.

O internacional português sub-21 está agradado com a mudança na carreira. "Vir para um clube como o Belenenses é uma grande oportunidade para mim, assim como jogar na Primeira Liga. É um orgulho poder vestir esta camisola. Estou num clube histórico do futebol português e agora espero dar seguimento ao meu trabalho", relatou na apresentação como reforço azul.

Sobre o grupo que vai encontrar, o jogador que alinhou nos espanhóis do Reus em 2015/16 só tem elogios a fazer: "É um grupo de trabalho muito bom. É difícil haver um grupo melhor que este. Fui muito bem recebido por todos, só tenho a dizer coisas boas, seja dos meus colegas, da equipa técnica ou da estrutura da SAD."

João Diogo reforça razão

João Diogo reforça razão
Em causa imbróglio com o Marítimo
João Diogo, lateral-direito a atuar no Belenenses, viu ontem o Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) confirmar a sua razão perante um recurso interposto pelo Marítimo, alegando que tinha direito de opção sobre o jogador e, em consequência, podia inscrevê-lo como seu atleta para as próximas duas temporadas.
Depois de numa primeira fase ter sido a própria Liga a negar provimento aos argumentos dos ilhéus, estes recorreram para o CJ da FPF, que não fez mais do que confirmar a decisão anterior da Liga, dando conclusão a este processo.

terça-feira, agosto 23, 2016

OFICIAL: Vítor Gomes por duas épocas

O médio, de 28 anos, está "muito satisfeito por ingressar num clube histórico como o Belenenses"
Vítor Gomes é reforço confirmado para as próximas duas temporadas.
O médio, de 28 anos, é um perfeito conhecedor do futebol português, registando 133 jogos na I Liga, período no qual marcou 10 golos. Nas primeiras palavras com a camisola da cruz de Cristo, não escondeu o orgulho em poder representar o Belenenses.
"Estou muito feliz. Para mim, assinar por um clube histórico como o Belenenses, é motivo de grande satisfação. Foi uma oportunidade que surgiu e não hesitei. Era este o meu desejo e agora já estou ansioso por começar a trabalhar. Pontos fortes? Gosto de jogar bem, tenho boa visão de jogo e gosto de fazer a equipa jogar", afirmou o jogador formado no Rio Ave que na época passada representou o Moreirense.

Vítor Gomes é reforço

Vítor Gomes é reforço

Médio alinhava no Moreirense
O Belenenses anunciou esta terça-feira a contratação de Vítor Gomes, médio que na última temporada representou o Moreirense.

Os azuis revelaram que o médio assinou um contrato válido para as próximas duas temporadas e o jogador mostrou-se satisfeito com o novo desafio, dizendo que não hesitou quando a oportunidade surgiu.

"Estou muito feliz. Para mim, assinar por um clube histórico como o Belenenses, é motivo de grande satisfação. Foi uma oportunidade que surgiu e não hesitei. Era este o meu desejo e agora já estou ansioso por começar a trabalhar", disse o jogador ao site do clube.

«Estou muito feliz por ter assinado por um clube histórico» – Vítor Gomes

Gomes (foto das redes sociais)
O médio Vítor Gomes, que assinou por duas temporadas pelo Belenenses, revelou estar muito orgulhoso com o convite do clube de Belém e que está pronto para dar o máximo.

«Estou muito feliz. Para mim, assinar por um clube histórico como o Belenenses é motivo de grande satisfação. Foi uma oportunidade que surgiu e não hesitei. Era este o meu desejo e agora já estou ansioso por começar a trabalhar», afirmou Vítor Gomes nas redes sociais.

O jogador revelou ainda as suas características:

«Sou mais um para ajudar naquilo que for preciso. Vou dar o melhor de mim para ajudar a equipa a alcançar os objetivos. Pontos fortes? Gosto de jogar bem, tenho boa visão de jogo e gosto de fazer a equipa jogar.»

'Mascarilha' vai atacar em Tondela

'Mascarilha' vai atacar em Tondela
Tiago Caeiro voltou aos treinos após operação ao nariz e aumenta leque de opções de Velázquez
Depois de um início de Liga abaixo das expectativas, com apenas um ponto conquistado em duas jornadas, o técnico do Belenenses, Julio Velázquez, recebeu ontem a boa notícia da reintegração nos treinos de Tiago Caeiro. O avançado de 32 anos, submetido a cirurgia ao nariz há cerca de um mês, surgiu no relvado com uma máscara protetora - à imagem do que sucedeu com o guardião Ventura na última época - e pode ser opção para o jogo em Tondela, na próxima jornada.
De resto, o regresso do experiente jogador, melhor marcador do Belenenses em 2015/16, com nove golos, é especialmente importante numa altura em que os azuis ainda não saíram da ‘estaca zero’ no que ao capítulo dos golos diz respeito, igualando o registo pouco desejável de Estoril, Nacional (apenas um jogo) e Marítimo.
Recorde-se que a lesão de Caeiro ocorreu ao segundo minuto do encontro particular com o Cova da Piedade, que os piedenses venceram por 1-0, após choque com o guarda-redes, num lance muito semelhante ao que lesionou o benfiquista André Almeida.
Seguem-se Yebda e Gerso
Depois de Tiago Caeiro, outros dois jogadores estão perto de voltarem aos treinos sem limitações: Yebda e Gerso. O primeiro recupera de lesão muscular na face posterior da coxa esquerda, enquanto o extremo recupera de um traumatismo no tornozelo direito, prevendo-se que ambos possam defrontar o Tondela.
Hoje há treino, às 9h30 (porta fechada), no Estádio Nacional.

segunda-feira, agosto 22, 2016

Abel Camará ganhou o lugar

Abel Camará
Depois de, na jornada inaugural, diante do Vitória de Setúbal, ter começado como principal referência ofensiva, Abel Camará surgiu na partida com o Boavista a extremo-direito.

Dois jogos, duas posições, o mesmo rendimento: o guineense de 26 anos voltou a cotar-se como os melhores jogadores, confirmando a aposta ganha de Júlio Velasquez, que pediu a permanência do avançado para esta época, escreve A BOLA.

Eixo defensivo ainda preocupa

Eixo defensivo ainda preocupa
Julio Velázquez com problemas.

Situação de Dinis Almeida continua por regularizar
O plantel do Belenenses regressa hoje aos treinos (9h30, à porta fechada), após dois dias de folga, e o técnico Julio Velázquez enfrenta mais uma semana de trabalhos ainda com as opções muito limitadas no que ao eixo defensivo diz respeito.

Além das lesões de Gonçalo Silva e Palmeira, a situação de Dinis Almeida continua por regularizar. O central, de 21 anos, ainda não foi oficialmente apresentado porque, segundo Record apurou, os responsáveis dos azuis aguardam, há cerca de duas semanas, que o Monaco envie os documentos necessários para a inscrição do defesa, que nas últimas duas épocas esteve cedido aos espanhóis do Reus.

Assim, o capitão Gonçalo Brandão e Domingos Duarte perfilam-se como as únicas opções para a deslocação a Tondela - tal como aconteceu na derrota em Setúbal (0-2) e no empate caseiro com o Boavista (0-0).

sábado, agosto 20, 2016

Julio Velázquez: «Podia ter ficado 5-1...»

Julio Velázquez: «Podia ter ficado 5-1...»
Técnico diz que nulo é injusto
Julio Velázquez considerou que o Belenenses foi "superior o jogo", mas que falhou na definição das jogadas. "Tivemos quatro ou cinco ocasiões claríssimas de golo. Podia ter ficado 5-1. Apesar do empate estou muito contente com o jogo e dei os parabéns à equipa", começou por relevar o treinador, considerando que as dificuldades que o Belenenses teve com alguns jogadores, nomeadamente os que não puderam estar presentes por lesão, condicionaram. "Tivemos situações incontroláveis como a inscrição do Dinis ou o problema do Gonçalo Silva antes do jogo. É recuperá-los o quanto antes", afirmou Velázquez.

«Fomos superiores» – Velázquez

Velázquez
Embora o Belenenses tivesse empatado diante o Boavista (0-0), esta sexta-feira, o treinador Júlio Velázquez argumentou que a sua equipa merecia outro resultado.

«Tivemos cinco claras oportunidades de golo diante da baliza… O jogo poderia ter terminado 4-1 ou 5-1. Não é fácil começar a época e hoje demos um pequeno passo à frente. Tivemos muitas alterações, adversidades, problemas nas inscrições e tenho poucos jogadores, pelo que estou orgulhoso da equipa. Somámos um ponto, mas fizemos uma partida completa e fomos superiores», afirmou Velázquez, em declarações à Sport TV.

sexta-feira, agosto 19, 2016

Empate no Belenenses – Boavista (0-0)


SÁBADO, 20-08-2016, ANO 17, N.º 6048
Belenenses - Boavista (MÁRIO CRUZ/LUSA)
O Belenenses e o Boavista não foram além de um empate a zero, esta sexta-feira, no jogo que marcou o arranque da segunda jornada da Liga.

A equipa do Restelo teve mais oportunidades para marcar, mas acabou por não revelar a necessária eficácia no remate final.

Gonçalo Brandão: «Temos de ganhar»

Gonçalo Brandão: «Temos de ganhar»

- Aponta ao triunfo ante o Boavista
Gonçalo Brandão, capitão do Belenenses que vai cumprir a sua 18ª época no clube do Restelo, está convicto que os azuis vão dar uma boa resposta após a derrota no Bonfim, diante do V. Setúbal. O defesa-central admite que existem aspetos a melhorar, mas em declarações à página da SAD no Facebook, assume, em nome da equipa, grande determinação. "Temos um grupo jovem e de qualidade para realizar um bom campeonato. É preciso corrigir algumas coisas em relação à partida anterior, mas nem tudo foi mau. Frente ao Boavista, temos de ganhar", afirmou o capitão do Belenenses.

Relativamente às ambições para a época que acaba de se iniciar, Brandão assume realismo e não fala em metas. "Vamos pensar jogo a jogo, sabendo que o próximo é sempre o mais importante. Teremos sempre ambição de vencer", sublinha o defesa que, aos 29 anos, sente ter ainda muito para dar ao clube a e si próprio. A partida diante do Boavista assinala, por outro lado, o regresso ao Restelo. "Temos saudades e apelo aos adeptos que compareçam, pois são muito importantes. Não vamos ganhar sempre, mas daremos sempre tudo por esta camisola", conclui.

Entretanto, Sturgeon, já recuperado, integra a convocatória.

Gonçalo Brandão: "Sou um verdadeiro Belenenses"

- " Produto das escolas de formação do Restelo, Gonçalo Brandão garante que representa o clube do coração
Gonçalo Brandão passou mais de metade da vida ligado ao Belenense e leva 18 dos seus 29 anos com a camisola do Restelo. "São muitos anos e, mesmo quando estive fora, sempre acompanhei o clube de perto. Sem dúvida que sou um verdadeiro Belenenses", afiançou o central, em declarações ao facebook da SAD do Restelo, falando também da importância em ser capitão. "É sempre uma grande responsabilidade em qualquer clube, mas é maior ainda no Belenenses. É um clube grande, cheio de mística, que teve grandes capitães de equipa. Além disso, ter sido um jogador da formação é algo que aumenta ainda mais a minha responsabilidade, porque tenho de transmitir aos meus colegas aquilo que é ser jogador do Belenenses. No entanto, ao mesmo tempo é um privilégio para mim."
Esta sexta-feira, o Belenenses recebe o Boavista e Gonçalo Brandão está confiante para a estreia em casa esta época, perante os adeptos. "Queremos dar uma alegria aos nossos adeptos. Sabemos que, em Setúbal, o resultado não foi bom e a nível exibicional foi um jogo típico de início de campeonato. Temos de corrigir algumas coisas, mas nem tudo foi mau. Por isso, amanhã frente ao Boavista temos de conquistar os três pontos", sublinhou o defesa.

quinta-feira, agosto 18, 2016

Julio Velázquez observa Victor Golas

Julio Velázquez observa Victor Golas
“No tempo estipulado, decidiremos sobre se fica no clube”, adiantou o técnico
O sucessor de André Moreira poderá estar encontrado, mas terá de se submeter a um período de observação para, posteriormente, saber o veredicto de Julio Velázquez sobre a permanência no Restelo. Falamos de Vítor Golas, guarda-redes que fez a formação no Sporting e que atuou no Botev Plovdiv, da Bulgária, na última temporada.
Ontem confrontado com a situação, o técnico espanhol do Belenenses começou por lamentar a saída de André Moreira, visto que, como referiu, estava a contar com o concurso do português, debruçando-se depois sobre Vítor Golas. "É simples. Vai estar em observação. A partir daí e no tempo estipulado tomaremos decisões sobre se fica no Belenenses", revelou, elogiando o esforço feito pelos responsáveis azuis. "A SAD foi rápida, porque em poucas horas conseguiu uma alternativa. A partir de agora, teremos de avaliar as capacidades e possibilidades de rendimento do guarda-redes para, então, podermos decidir."
Versão contraditória
Mas se por um lado o técnico espanhol do Belenenses assume que o guarda-redes se encontra em fase de observação, fonte conhecedora do processo assegurou a Record que um contrato válido para as duas próximas temporadas já foi celebrado entre as partes.

Belenenses ganha 100 mil euros com saída de André Moreira

Belenenses ganha 100 mil euros com saída de André Moreira


- "Atlético Madrid acionou cláusula prevista no contrato de empréstimo do guarda-redes

O Belenenses anunciou esta quarta-feira, através de uma nota publicada nas redes sociais, que a saída do guarda-redes André Moreira rendeu cem mil euros.
Recorde-se que o Atlético Madrid tinha cedido André Moreira ao Belenenses por uma época. No entanto, e de acordo com o que foi divulgado, havia uma cláusula de recuperação do guarda-redes prevista no contrato de cedência, a qual podia ser acionada mediante o pagamento de cem mil euros. Foi isso que o Atlético Madrid fez.
O jovem internacional sub-20 já treinou esta quarta-feira em Madrid, de resto.

quarta-feira, agosto 17, 2016

Victor Golas é o substituto de André Moreira

Victor Golas é o substituto de André Moreira
Brasileiro chega para a baliza
Está encontrado o terceiro guarda-redes do plantel. Victor Golas é o homem escolhido para a baliza do Belenenses, para as próximas duas épocas, depois de André Moreira ter regressado ao Atlético Madrid, duas semanas após ter sido oficializada a sua contratação, num 'resgate' precipitado pela lesão de Moyá.

A HO Soccer Portugal, empresa de agenciamento de Golas, confirmou a mudança para o Restelo do futebolista brasileiro, de 25 anos, que em 2015/16 atuou pelos búlgaros do Botev Plovdiv. O 'goleiro' formou-se no Sporting e fez a maior parte da carreira profissional ao serviço de Real, Boavista, Penafiel e Sp. Braga.

Informe-se ainda que a saída de André Moreira rendeu 100 mil ao Belenenses, segundo aquilo que a SAD azul anunciou via conta oficial de Facebook.