sexta-feira, fevereiro 12, 2016

Velázquez: «Ganhar ou perder por 5-0 não influencia a forma de trabalhar»

Velázquez: «Ganhar ou perder por 5-0 não influencia a forma de trabalhar»

- " Visita ao Moreirense na "ressaca" do jogo com Benfica 
O Belenenses ruma ao Norte para defrontar o Moreirense (sábado, 16H15) em jogo da 22.ª jornada da Liga NOS e Julio Velázquez reconhece que espera um jogo complicado.

"O Moreirense é uma equipa difícil, com boas transições e sólida defensivamente. Luta também pela manutenção e tem categoria para ficar na Liga NOS", afirmou esta sexta-feira o treinaodor da equipa do Restelo.

E prosseguiu, sublinhando que as condições do terreno podem influenciar a sua forma de ver o jogo. "Teremos de ver como estão as condições, ser inteligentes e, até amanhã decidir como vamos jogar".

Velázquez garantiu também que a pesada derrota por 5-0 frente ao Benfica na passada jornada não fez mossa na equipa. "Por mim, não há diferenças na forma de trabalhar. Ganhar ou perder por 5-0 não tem como influenciar ou mudar a forma de trabalhar por causa de um resultado".

"Temos 13 jornadas para garantir a permanência e, a partir daí, queremos somar pontos e tudo depende das outras equipas. Vamos ser competitivos e ambiciosos para conseguir o máximo de pontos, mas não teremos pressão ou ansiedade", concluiu.

«Manutenção? Não temos pressa» - Julio Velázquez

Julio Velázquez, treinador do Belenenses
- " O  Belenenses desloca-se, este sábado, ao terreno do Moreirense, equipa que também luta pela permanência na Liga e que merece os elogios do técnico Julio Velázquez.

«Esperamos um jogo muito difícil, contra uma equipa aguerrida, que vai socorrer-se das transições e que é muito sólida defensivamente», analisou o técnico, para quem a goleada sofrida com o Benfica já são águas passadas.

«Não há diferenças. Ganhando ou perdendo, há que manter o equilíbrio e manter a forma de trabalhar», esclarece.

A equipa do Restelo visita o Moreirense numa altura em que se encontra a cinco pontos de assegurar a manutenção: «Temos 13 jornadas para conseguirmos a permanência. Não é uma ciência exata, tudo depende também das outras equipas. Vamos ser competitivos e ambiciosos, mas não teremos pressa ou ansiedade de conseguir algo antes do tempo.»

Recorde-se que Rúben Pinto é baixa para este jogo, após ter alcançado a sequência de cinco cartões amarelos na competição.

Clube e SAD em nova guerra

- " Nova guerra entre a Direção do Belenenses e a SAD dos azuis. Depois dum episódio protagonizado na passada sexta-feira, no jogo entre Belenenses e Benfica, que envolveu elementos de segurança privada ligados à organização do jogo e várias pessoas ligadas à formação, a Direção do clube anunciou que suspendeu a entrada em campo de crianças no início dos jogos e à disponibilização de apanha-bolas.

Clube recusa ceder apanha-bolas à SAD

Clube recusa ceder apanha-bolas à SAD

- " Polémica teve início no jogo com o Benfica
Os jovens da formação vão deixar de entrar em campo com a equipa principal e de desempenhar a função de apanha-bolas nos jogos do Restelo. Isto foi ontem dito em comunicado pela direção do Belenenses. Em causa está aquilo que é apelidado de uma atitude intimidatória dos seguranças privados da SAD no final do jogo frente ao Benfica numa altura em que, segundo João Raimundo, coordenador da formação, " técnicos, jogadores e seus pais estavam em frente à Loja Azul ".

De acordo com a direção, "não irá ser mais tolerado o clima de intimidação por parte dos seguranças privados, que não hesitaram em recorrer à intimidação para com o coordenador da formação, João Raimundo, com as crianças e encarregados de educação". Em consequência, e alegando "não estarem reunidas as condições mínimas de segurança, encontra-se suspensa a participação das escolas e seus atletas nos jogos da equipa principal, o que se estende à entrada em campo e disponibilização de apanha-bolas".

SAD mantém incentivos

Também a SAD emitiu um comunicado, mostrando-se, acima de tudo, empenhada em levar a equipa a bons resultados e lamentando a "cessação do apoio das escolas ", considerando a atitude "perniciosa para com os valores do clube".

Depois de revelar que nenhum elemento da PSP "reportou incidentes", a Sociedade refere: "Dada a gravidade dos factos alegados, a SAD dará de imediato conhecimento às entidades policiais... mas não alimentará qualquer conflito com a direção, particularmente num momento tão delicado desportiva e financeiramente, prosseguindo os incentivos – entradas gratuitas a menores e praticantes – e renovando o compromisso com os sócios de estar concentrada nos êxitos do futebol e na recuperação da credibilidade do Belenenses."

quinta-feira, fevereiro 11, 2016

Direção do clube corta os apanha-bolas à SAD

- " Clube queixa-se de ameaças e intimidações durante o último jogo entre o Belenenses e o Benfica.
A Direção do Belenenses informou em comunicado que o clube vai suspender a participação de crianças do futebol de formação nos jogos da equipa principal, gerida pela SAD.

Assim, no Belenenses - Arouca do próximo dia 21, no Restelo, o clube não vai disponibilizar apanha-bolas nem crianças para acompanhar os plantéis das equipas quando estas entrarem em campo.

O clube diz que a medida foi tomada por "não se encontrarem reunidas as condições mínimas de segurança das mais de setecentas crianças/atletas", referindo em seguida que na origem da decisão esteve a "a gravidade do sucedido no final do jogo entre o Belenenses e o Benfica, realizado no Estádio do Restelo na passada sexta-feira, dia 5 de fevereiro (...), sendo inadmissível que elementos ligados à organização do jogo ameacem e intimidem responsáveis das Escolas de Futebol, jovens atletas do Belenenses e respetivos encarregados de educação".

A Direção do clube lembra que "há já vários meses" solicitou à SAD o afastamento "de elementos envolvidos em incidentes e episódios intimidatórios ou violentos" e reafirma que "não mais irá tolerar o clima de permanente intimidação existente" no estádio em dias de jogos da equipa de futebol profissional, "entregue às mãos de elementos de segurança privada que atuam sem qualquer critério".

A SAD respondeu prontamente através de um outro comunicado, confessando "total surpresa e estupefação" em relação às acusações, declarando que "desconhece totalmente os factos" a que se refere o comunicado. A entidade informa ainda que "dará imediato conhecimento desse comunicado às entidades policiais para que estas investiguem se algo ocorreu", registando, apesar de tudo, que "a cessação do apoio das Escolas de Futebol à equipa profissional do Belenenses constitui uma atitude perniciosa para com os valores Belenenses".

Sorteio Fase Final de Juniores

- " Futebol Juniores: Sporting-FC Porto abre fase final
A sede da Federação Portuguesa de Futebol foi palco, esta quinta-feira, do sorteio da fase final do campeonato nacional de juniores.

A primeira jornada da fase de Apuramento de Campeão, agendada para 21 de fevereiro, reserva o confronto entre Sporting e FC Porto, campeão em título.

Na 4.ª ronda (12 de março) terá lugar o `derby´ entre Benfica e Sporting, enquanto FC Porto e Benfica medirão forças na 6.ª jornada, prevista para 9 de abril.

Sorteio:

Fase Apuramento de campeão
1. Académica
2. FC Porto
3. Paços de Ferreira
4. Vitória de Guimarães
5. Benfica
6. Rio Ave
7. Belenenses
8. Sporting

Tabela:
1.ª jornada (21.02.2016): 1-3, 6-5, 4-7, 8-2
2.ª jornada (27.02.2016): 3-8, 5-1, 7-6, 2-4
3.ª jornada (05.03.2016): 3-5, 1-7, 6-2, 8-4
4.ª jornada (12.03.2016): 5-8, 7-3, 2-1, 4-6
5.ª jornada (03.04.2016): 5-7, 3-2, 1-4, 8-6
6.ª jornada (09.04.2016): 8-7, 2-5, 4-3, 6-1
7.ª jornada (16.04.2016): 7-2, 5-4, 3-6, 1-8

«Sempre quis uma equipa assim» - Marko Bakic

Marko Bakic, um dos reforços de inverno do Belenenses, pegou de estaca no onze de Julio Velázquez
- " Marko Bakic, um dos reforços de inverno do Belenenses, pegou de estaca no onze de Julio Velázquez. Para o médio montenegrino, a (ainda curta) experiência no Restelo não podia estar a correr melhor.

«Tudo o que eu quero está aqui. Está tudo perfeito, sempre quis uma equipa assim. Estou muito contente e impressionado com a qualidade dos meus colegas e ‘staff’. Quero fazer mais jogos, mais treinos e ajudar a equipa a alcançar bons resultados», começou por dizer, em conferência de Imprensa.

Por outro lado, Bakic destacou a importância do capitão Gonçalo Brandão na rápida adaptação ao clube e ao país. Mas não foi o único…

«Tenho um grande amigo que joga no Benfica, Fejsa, e agora este miúdo, Jovic. É um bom jogador, estamos sempre juntos. Gonçalo Brandão? É uma pessoa importante para mim, é muito boa pessoa. Ajudou-me muito e fico contente por conhecê-lo. É verdadeiramente um capitão», elogiou, perspetivando o encontro frente ao Moreirense, agendado para o próximo sábado (16.15 horas), em Moreira de Cónegos:

«Acho que podemos trazer um bom resultado. Queremos ganhar mas, para isso, devemos aprender com os nossos erros depois da última derrota com o Benfica.»

Julio Velázquez elogia Liga portuguesa

Julio Velázquez
- " Julio Velázquez abordou da experiência que está a ter no Belenenses, em entrevista ao site Underground Football, de Espanha, tecendo elogios ao futebol português.

«Com respeito a Espanha, não há muitas diferenças. Há muitos bons jogadores, boa organização, bons treinadores. É uma liga equilibrada, competitiva e com bom nível», afirmou o técnico, que questionado sobre se seria difícil competir com os outros dois clubes lisboetas da Liga atirou:

«Difícil não, impossível. Não só na cidade mas no país. Há três grandes, um segundo escalão com SC Braga, um terceiro com V. Guimarães e logo vêm seis ou sete equipas, onde nós estamos.»

Três centrais disputam vaga ao lado de Brandão

Três centrais disputam vaga ao lado de Brandão

- " Gonçalo Silva foi o escolhido para render Rúben Pinto frente ao Benfica
O impedimento de Rúben Pinto para Moreira de Cónegos, devido a castigo, reabre a discussão em torno do elemento que vai formar dupla com Gonçalo Brandão no eixo da defesa. Gonçalo Silva, Rafael Amorim e Tonel são os candidatos.

Gonçalo Silva foi o escolhido para render Rúben Pinto frente ao Benfica e poderá voltar a ser opção, mas Rafael Amorim e Tonel têm argumentos para discutir o lugar. O primeiro já está recuperado da lesão muscular sofrida diante do V. Guimarães e é sério candidato à titularidade, enquanto Tonel tem a experiência a jogar a seu favor.
Cabe a Velázquez decidir, numa equipa que poderá incluir ainda o regresso de Filipe Ferreira e André Sousa e contemplar igualmente a estreia de Lucas Pugh em termos oficiais.

Clube na SAD

Entretanto, a direção do clube revelou ontem o nome do seu novo representante na SAD. Trata-se de Victor Conde Alegria, de 45 anos, formado em gestão de executivos pela Universidade Católica de Lisboa e que foi responsável pela secção de voleibol do clube. O cargo estava vago há mês e meio, depois de Manuel Fonseca e Costa ter apresentado a demissão.

quarta-feira, fevereiro 10, 2016

Miguel Rosa recuperado para Moreira de Cónegos

Miguel Rosa (Foto ASF)
- " A BOLA noticia esta quarta-feira que o médio Miguel Rosa, que saíu no jogo com o Benfica devido a um traumatismo no pé esquerdo, já recuperou e pode ser opção para o jogo da próxima jornada frente ao Moreirense.

terça-feira, fevereiro 09, 2016

Bruno de Carvalho volta à carga com Sturgeon

Presidente leonino reagiu no Facebook às declarações do médio do Belenenses a desculpabilizar o companheiro do Benfica, lembrando o direito de preferência sobre a sua contratação por parte do clube da Luz
Bruno de Carvalho voltou esta terça-feira a recorrer ao Facebook para se pronunciar sobre temas relativos aos rivais. "O Benfica tem o direito de preferência sobre 4 jogadores do Belenenses. Um deles é Sturgeon. Será que por isso existe uma noticia cujo título é: Sturgeon iliba Renato Sanches? Lembram-se da rábula 'e o burro sou eu?'", escreveu o presidente do Sporting na sua página oficial naquela rede social.

Recorde-se que, aos 53' do Belenenses-Benfica, Renato Sanches atingiu com o braço o rosto de Sturgeon, que esta terça-feira abordou o lance em declarações à Sport TV: "No movimento de corrida, o Renato atingiu-me com o braço na cara. Não foi por querer e ele pediu-me desculpa. Era falta, mas o árbitro não considerou, talvez para amarelo mas não para vermelho."

Bruno de Carvalho sobre lance entre Sturgeon e Renato Sanches: «E o burro sou eu?»

Bruno de Carvalho
- " O presidente do Sporting continua a atento aos jogos do Benfica e não esquece a alegada falta (não assinalada) de Renato Sanches sobre Fábio Sturgeon no último duelo dos encarnados com o Belenenses.

«O Benfica tem o direito de preferência sobre 4 jogadores do Belenenses. Um deles é Sturgeon. Será que por isso existe uma notícia cujo título é: Sturgeon iliba Renato Sanches? Lembram-se da rábula "e o burro sou eu?"», escreveu Bruno de Carvalho na rede social Facebook.

Em causa, as declarações de Sturgeon à Sport TV: «No movimento de corrida, (Renato Sanches) atingiu-me com o braço na cara. Não foi intencional e ele pediu-me desculpa. Era falta mas o árbitro não considerou, talvez para amarelo mas não para vermelho. O jogo seguiu e até tivemos a bola em nosso poder antes do golo»

Bruno de Carvalho cita Scolari para comentar declarações de Sturgeon

Bruno de Carvalho cita Scolari para comentar declarações de Sturgeon
- " Lembra que Benfica tem direito de preferência sobre o jogador do Belenenses, que ilibou Renato Sanches
Bruno de Carvalho utilizou esta terça-feira o seu Facebook pessoal para comentar as declarações do avançado do Belenenses Fabio Sturgeon, que, em declarações à Sport TV, "ilibou" Renato Sanches no lance entre os dois durante o Belenenses-Benfica da última sexta-feira, que terminou com o triunfo das águias por 5-0.

"O Benfica tem direito de preferência sobre 4 jogadores do Belenenses. Um deles é Sturgeon. Será que por isso existe uma noticia cujo título é: Sturgeon iliba Renato Sanches? Lembram-se da rábula 'e o burro sou eu?'" questionou o presidente do Sporting na rede social.

Matt Jones emprestado ao Philadelphia Union

Matt Jones emprestado ao Philadelphia Union

- " Guardião havia rescindido com o Tondela
Os Philadelphia Union confirmaram a contratação de Matt Jones até ao final de 2016. O guardião inglês, de 29 anos, vai jogar na Major League Soccer depois de ter alinhado os últimos seis meses no Tondela, onde fez 11 encontros.

No site do emblema do principal campeonato dos Estados Unidos, a "experiência e qualidade em grandes jogos" de Jones é destacada pelo diretor desportivo do franchise, Earnie Stewart.

O guarda-redes chegou a Portugal para jogar no Santa Clara em 2009/10, e chegou ao Restelo em 2012/13, após uma passagem pelo União da Madeira.

Palmeira inscrito no Casa Pia

Palmeira
- " Mário Palmeira vai representar o Casa Pia (Campeonato de Portugal) até ao final da presente temporada, na condição de emprestado pelo Belenenses.

O central, 26 anos, que também pode atuar nas laterais, está afastado dos relvados desde 21 de abril de 2015, altura em que se lesionou com gravidade no encontro diante o Benfica.

Com pouco espaço no plantel às ordens de Julio Velázquez, uma vez que a zona central da defesa conta ainda com Gonçalo Brandão, Gonçalo Silva, Tonel e Gonçalo Silva, Palmeira reforça os Gansos como forma de recuperar o ritmo competitivo e ajudar a equipa de Filipe Coelho na luta pela subida à Liga 2.

Recorde-se que esta era a segunda temporada de Palmeira ao serviço do Belenenses, depois de representar clubes como Ribeirão, Estrela da Amadora, Vizela, SC Braga e Tondela.

Sturgeon iliba Renato Sanches

Sturgeon iliba Renato Sanches

- " Em causa o lance entre os dois
Sturgeon, extremo do Belenenses, falou pela primeira vez do lance do segundo golo do Benfica, no dérbi do Restelo, considerando que não houve agressão de Renato Sanches.

"No movimento de corrida atingiu-me com o braço na cara. Não foi intencional e ele pediu-me desculpa. Era falta, mas o árbitro não considerou, talvez para amarelo mas não para vermelho. O jogo seguiu e até tivemos a bola em nosso poder antes do golo...", disse o jogador na Sport TV.

segunda-feira, fevereiro 08, 2016

Miguel Rosa operacional para jogo com Moreirense

Miguel Rosa operacional para jogo com Moreirense
- " Saiu tocado durante o encontro com o Benfica
Miguel Rosa, extremo do Belenenses, vai estar apto para a deslocação ao terreno do Moreirense, no próximo sábado, para a 22ª jornada da Liga NOS. O jogador saiu tocado durante o encontro com o Benfica, ao minuto 64, depois de ter sido pisado no pé esquerdo, mas esse traumatismo não o impedirá de alinhar na próxima ronda.
O jogador vai ser reavaliado amanhã, quando o plantel regressar ao trabalho, pelo departamento médico mas, segundo apurámos junto de fonte próxima do jogador, não foi nada grave e vai poder jogar contra o Moreirense.
A disponibilidade de Miguel Rosa é uma boa notícia para Julio Velázquez, pois o técnico já será obrigado uma alteração forçada na próxima ronda. Como Rúben Pinto completou uma série de cartões amarelos, vai cumprir castigo, abrindo assim uma vaga. Curiosamente, o médio até jogou fora da sua posição, por isso, o substituto deve ser um central de raiz. Tonel, Gonçalo Silva e Rafael Amorim são os candidatos naturais para alinhar ao lado do capitão Gonçalo Brandão.
Noutro âmbito, o guarda-redes Matt Jones, que na primeira metade da época esteve cedido ao Tondela, assinou pelo Philadelphia Union, da MLS.

A 'filha' de Melia


- " Artigo de opinião de António Carraça (3º jogador em cima, ao lado do saudoso Zé António)
Um dos clubes onde mais gostei de jogar foi o Belenenses. O clube das Salésias, da Cruz de Cristo, das Torres de Belém, de José Pereira, de Matateu, de Vicente, de Riera, de Scopelli e muitos outros, que marcaram a sua história. Guardo com prazer, o convívio com o ‘mister’ adjunto e homem de grande carácter e singular humildade, Vicente Lucas. Um ‘azul’ da cabeça aos pés.

A minha passagem pelo Belenenses, em 1983/84, marcou a minha vida profissional e pessoal. Fomos campeões da 2.ª Divisão e nasceu a minha segunda filha, Jordana. Um ano de felicidade.

Tínhamos uma equipa repleta de estrelas. O capitão e particular amigo Zé António. Já tínhamos estado juntos nas Seleções nacionais de juniores e esperanças. O concentradíssimo central Paulo Meneses, ex-Sporting. Dudu, o pontapé canhão e comedor feroz de hamburgueres. O Chico Vital, goleador e companheiro de sauna vindo do FC Porto e Benfica. O ‘Balholhas’ Joel, o ‘expresso da Amora’ e brincalhão de serviço. O Jaiminho, o puto dos dribles que chegou a internacional. Uma equipa construída pelo ‘gentleman’ Fernando Mendes.

Fernando Mendes seria substituído pelo técnico britânico Jimmy Melia e que me levaria de novo a trabalhar com ele no Farense. Foi sempre um prazer trabalhar consigo Senhor Fernando!

Trazer Melia para o Belenenses na 2.ª Divisão foi uma decisão de risco, de audácia e mas também visionária. Melia tinha levado o Brighton à final da Taça de Inglaterra, na época anterior. A sua postura irreverente, comunicativa (num inglês de Liverpool bem audível) e exuberante chamou a atenção.

Na primeira folga que Melia nos deu, fui com o meu amigo Zé António beber um copo ao Van Gogo a Cascais. Entrámos e demos de caras com o nosso novo treinador no bar.

Assim que nos viu, excessivamente esfuziante diante da sua caneca de cerveja, chamou-nos para junto dele.
– Ei ‘kids’, venham para aqui. Como estão? Grande vitória hoje!
Anuímos, com algum receio.
– O que bebem? É por minha conta.
– Um whisky para mim mister! Respondeu de pronto o Zé.
– Eu quero uma Coca-Cola.
– Coca-Cola ‘Caraça’? Já não jogas domingo. Venham dois whiskys, please!
Nisto, chega perto de nós, uma jovem loura de olhos azuis. Beijou Jimmy Melia e disse no ‘mesmo’ inglês:
– Hi daddy (olá paizinho)!
– Hi my baby (olá meu bébé)! Cumprimenta os meus miúdos, Valerie. Bonita, não é rapazes?
– É mister. A sua filha é muito bonita. E muito novinha ainda.
– Filha? (seguiram-se impropérios que não reproduzo) A Valerie é a minha namorada!
Melia ficou vermelho, nunca soubemos se de raiva ou vergonha, e saiu dali para fora. Olhámos um para o outro, pagámos as bebidas e saímos também. Mas para casa.
No treino seguinte, levámos um ‘tratamento’ de multisaltos, corrida, corrida e mais corrida. Foram mais de duas horas.
Ainda hoje nos questionamos – eu aqui na terra e o Zé na companhia das estrelas no céu – se fomos nós os causadores daquele treino que nos partiu a todos. Mas aprendemos! Van Gogo, depois do jogo... nunca mais!

domingo, fevereiro 07, 2016

Miguel Rosa vai ser reavaliado

Miguel Rosa
Substituído na partida com o Benfica, Miguel Rosa está a contas com um traumatismo no pé esquerdo. Segundo pode ler em A BOLA, o jogador será reavaliado no regresso ao trabalho, marcado apenas para a próxima terça-feira.

sábado, fevereiro 06, 2016

Julio Velázquez: «Atualmente sai tudo bem ao Benfica»

Julio Velázquez: «Atualmente sai tudo bem ao Benfica»
- " Diz-se orgulhoso da sua equipa
Julio Velázquez, treinador do Belenenses, admitiu que a vitória do Benfica no Restelo foi justa, embora garanta estar muito orgulhoso dos seus jogadores.

"Foi um jogo entre duas equipas que queriam ganhar, mas o Benfica foi um justo vencedor. Estou orgulhoso dos meus jogadores. Pode-se perder de muitas maneiras, mas quando somos fieis ao que temos vindo a fazer acabamos o jogo de cabeça levantada. Se tiver de perder, prefiro perder assim.  Tentámos, mas ao Benfica, atualmente, sai-lhe tudo bem", confessou após o encontro.

O técnico elogiou ainda Abel Aguillar mas garante que ele ainda vai melhorar. "Aguilar é um grande jogador, que vinha sem competir, numa situação complexa, sabemos que não está a 100 por cento, precisa de minutos para entrar na dinâmica da equipa."

sexta-feira, fevereiro 05, 2016

Gonçalo Brandão "Pedimos desculpa a adeptos fantásticos"

- " Gonçalo Brandão, central do Belenenses, defendeu que o golo sofrido perto do intervalo "alterou a estratégia".
Gonçalo Brandão, central do Belenenses, fez esta análise, da derrota pesada, em casa, diante do Benfica.

"Se tivéssemos ido para o intervalo com o 0-0 a estratégia teria sido outra. Arriscámos na segunda parte, não correu bem, criámos algumas oportunidades, mas estamos tristes. Temos que pedir desculpa a estes adeptos fantásticos que nos vieram apoiar, gostava de ver o Restelo sempre assim. Com esta filosofia e esta forma de jogar vamos conseguir mais vitórias do que derrotas".

Jogar "olhos nos olhos", como prometeu o treinador.

"Contra uma equipa como o Benfica o risco é maior em sofrer golos. É esta a nossa filosofia, seja com o Benfica ou com o Leixões. O Júlio César fez três grandes defesas e o resultado podia ter sido diferente. Este resultado não vai ter peso nenhum. Quando ganhamos não deixamos de trabalhar, quando perdemos também não está tudo mal, vamos rever os erros para corrigir na próxima semana".

Julio Velázquez: "Estou cada vez mais orgulhoso"


- " Júlio Velázquez, treinador do Belenenses, defendeu que quando se enfrenta equipas "como o Benfica, FC Porto ou Sporting o normal é perder"

"Parabéns ao Benfica, ganhou de forma merecida. Estou cada vez mais orgulhoso dos meus jogadores. Foram fiéis às nossas ideias e não baixaram a cabeça em nenhum momento. Até ao 3-0 estivemos sempre dentro do jogo. Queríamos ganhar, mas foi uma vitória justa do Benfica. Há que levantar a cabeça e pensar já no próximo jogo, com o Moreirense".

Opção de Rúben Pinto a central, com Gonçalo Silva no banco.

"Queríamos que a bola saísse limpa desde a defesa, por isso também coloquei o Fábio Nunes na lateral para ter mais profundidade. O Rúben teve uma boa atitude e só foi substituído porque tinha amarelo. É um bom jogador e sabe adaptar-se a várias posições".

Diferença para os grandes

"A equipa está a crescer. É normal perder contra os grandes mas se tivermos que perder que seja a olhar para a baliza do adversário. O Benfica está uma grande equipa, com uma dinâmica sensacional, quando se enfrenta Benfica, FC Porto ou Sporting o normal é perder".

«Para perder, que seja a olhar para a baliza do rival» - Julio Velázquez

Julio Velázquez, treinador do Belenenses
- " Apesar da goleada sofrida diante do Benfica (0-5), Julio Velázquez só teve elogios para os seus jogadores, destacando a justiça da vitória encarnada.

«Parabéns ao Benfica, ganhou merecidamente. Mas estou cada vez mais orgulhoso dos meus jogadores, porque foram fiéis às nossas ideias e não baixaram a cabeça em nenhum momento. Até ao 0-3 estivemos sempre dentro do jogo. Queríamos ganhar, mas foi uma vitória justa do Benfica», disse o técnico espanhol, explicando a opção de colocar Rúben Pinto (médio de raíz) no eixo defensivo:

«Queríamos que a bola saísse ‘limpa’ desde a defesa, por isso também coloquei o Fábio Nunes na lateral para ter mais profundidade. O Rúben teve boa atitude e só o substitui porque tinha amarelo. É um bom miúdo e sabe adaptar-se a várias posições.»

Por fim, Julio Velázquez não deixou de reforçar a preferência pelo futebol atacante. «A equipa está a crescer. É normal perder contra os grandes mas, se tivermos que perder, que seja a olhar para a baliza do rival», concluiu.

Gonçalo Brandão: «Se tivéssemos ido para intervalo empatados...»

Gonçalo Brandão: «Se tivéssemos ido para intervalo empatados...»
- " Defesa admite que golo sofrido aos 41' mudou o jogo
Titular no centro da defesa do Belenenses, numa derrota por 5-0 diante do Benfica, Gonçalo Brandão lamentou o desaire sofrido, especialmente pelo facto de a equipa do Restelo ter sofrido um golo perto do intervalo - por Mitroglou -, que segundo o defesa acabou por comprometer todo o plano que estava traçado.

"Se tivéssemos ido para intervalo empatados, a estratégia para a segunda parte teria sido outra. Com 1-0 tentámos arriscar mais na segunda parte e mudámos o sistema de jogo. Tentámos arriscar, mas não correu bem. Temos de pedir desculpa aos adeptos fantásticos que nos vieram apoiar. Gostava de ver o Restelo sempre assim. Vínhamos de resultados positivos e este jogo não correu bem mas, com esta filosofia e com esta maneira de jogar, sabemos que vamos ter mais vitórias do que derrotas", começou por dizer, à SportTV.

"Estávamos a jogar em casa. Claro que, contra o Benfica, os riscos de sofrer golos são maiores, mas esta é a nossa filosofia desde o primeiro dia, seja contra o Benfica ou contra o Leixões. Também conseguimos criar oportunidades, o Júlio César fez duas ou três grandes defesas. O resultado não teria sido assim tão dilatado… Temos de continuar a trabalhar e fazer o que o míster pede, porque vamos ter mais vitórias do que derrotas", frisou.

Agora, já com o próximo encontro (diante do Moreirense, no próximo sábado) na mira, o defesa quer voltar aos triunfos: "Quando ganhamos não deixamos de trabalhar e quando perdemos também não está tudo mal. Vamos ver os erros que cometemos e trabalhar esta semana já a pensar no próximo jogo. Queremos trazer os três pontos para casa", concluiu.

«Só posso pedir desculpa aos adeptos» - Gonçalo Brandão

Gonçalo Brandão, capitão do Belenenses
- " No final da goleada sofrida frente ao Benfica (0-5), Gonçalo Brandão lamentou o facto de o Belenenses não ter conseguido aguentar o nulo até ao intervalo.

«O golo no final da primeira parte condicionou-nos. Tentamos arriscar um pouco mais, mas não correu bem. Criámos algumas oportunidades, mas estamos tristes. Só posso pedir desculpa a estes adeptos fantásticos», revelou o capitão azul, que defendeu a estratégia implementada pelo treinador Julio Velázquez:

«Estávamos a jogar em casa. Claro que, contra o Benfica, os riscos são maiores, mas é a nossa filosofia de jogo. Vamos continuar a trabalhar e com certeza que teremos mais vitórias do que derrotas.»

Por outro lado, Gonçalo Brandão referiu que o resultado não vai interferir no futuro dos azuis do Restelo. «Não vai ter peso nenhum. Quando ganhamos não deixamos de trabalhar e quando perdemos não está tudo mal. Vamos rever os erros e pensar já em conquistar a vitória no próximo jogo», concluiu.